Dicas valiosas para você potencializar o aprendizado de idiomas

Dicas valiosas para você potencializar o aprendizado de idiomas

Salut! No último artigo para o Nidus Lab, apresentei as possibilidades que um novo idioma nos traz, em especial, o socorro na hora de resolver problemas. Vimos que as dúvidas não se limitam à sua posição geográfica e, uma questão que você precisa resolver aqui, outra pessoa já pode ter resolvido em outro lado do mundo.

Fizemos alguns exercícios de buscar expressões em português e inglês no google e neste idioma encontramos ainda mais referências/resultados na pesquisa. Ou seja, tirando os já conhecidos benefícios de aprender outra língua, como conhecer a cultura, comunicação, oportunidades de estudo e trabalho, temos aí um potencial ainda mais prático: resolução de problemas.

Assim, sabendo desses benefícios e também da necessidade de aprender um novo idioma, como começar, o que fazer, como estudar, como de fato aprender e evoluir em uma língua estrangeira?

A resposta vai depender de cada pessoa, visto que cada um aprende de um jeito e tem suas facilidades e dificuldades, masssss uma coisa é comum a todos: você precisa ter uma carga de contato com a língua e dificilmente vai aprender com apenas 02 horas de aulas por semana. 

É por meio de seu contato com o idioma estrangeiro, seja participando de aulas, lendo textos, jogando, estudando, escutando música e outros, que você vai absorvendo conteúdo, fazendo correlações, aprendendo novas palavras e evoluindo. 

Sobre isso, existe uma tabela bem legal de referência para nível de idiomas, que é o Quadro Europeu Comum de Referência para Línguas, nele os níveis são categorizados em A1, A2, B1, B2, C1 e C3, sendo o primeiro o mais básico e o último o domínio pleno da língua. 

Para “saltar” de um nível para o outro, você vai precisar contato com o idioma estrangeiro. Existem alguns famosos institutos que já quantificam o tempo médio de aprendizado necessário para essa evolução:

Veja que estudando apenas 02 horas por semana você até chega ao nível A1 em 01 ano, mas vai precisar de muuuuuitos anos para vencer os níveis B1 e B2. E é justamente por isso que se você quer aprender de verdade, vai precisar ampliar o contato com a língua para potencializar esse avanço.

Para sair do campo das ideias e teorias e dar um norte para quem se despertou para o assunto, trago algumas dicas para você ampliar esse contato, destravar a língua e aprender mais rápido:

Aplicativos de idiomas

Os apps são uma boa fonte de prática e aprendizado de novas palavras, alguns já são conhecidos, como, por exemplo, o Duolingo, Voxy, Busuu, mas quero recomendar outro, que ainda não é tão usual no Brasil: Memrise.

O Memrise é um app muito interessante para aprender novas palavras, é baseado em mnemônica, com aprendizado na base da repetição e insistência. Para “aprender” novas palavras e frases é preciso acertar o som e a escrita algumas vezes para aí, então, liberar novas. De tempos e tempos o app resgata palavras já aprendidas para você não esquecê-las.

O aplicativo ainda conta com mini vídeos de pronúncias de nativos no idioma para que o usuário possa aprender com um som real e não apenas pronúncia mecânica de computador. 

A maior dica desse app é não se limitar aos cursos disponíveis na plataforma (que já são muito bons), mas também procurar no google cursos de outros métodos, professores e particulares. Qualquer pessoa pode criar um curso por lá e quem sabe você encontra até um curso de um livro que já possui em casa, ou de um tema pontual, como inglês para negócios, jurídico, inovação e etc.

Podcasts

Os programas de rádio estão em evidência e com a disponibilidade de muitos episódios na plataforma Spotify, ficou fácil escutar e aprender coisas novas naquele tempo ocioso, como ao dirigir, ao caminhar e outros.

Ao buscar no google ou no próprio Spotify por podcasts de determinado idioma, aparecem vários tipo de programas para todos os gostos e níveis. Para quem quer praticar o ouvido e ampliar o vocabulário, recomendo o ESL podcast, em especial os programas “English Café”.

Esse quadro English Café do ESL podcast conta histórias e ensina coisas aleatórias, muitas delas da cultura pop. O apresentador, de sotaque americano, fala com uma dicção ótima e explica algumas palavras e também as soletra. Os programas são bem lúdicos e você ainda escuta algo novo e divertido. 

Filmes em Inglês / Inglês

Quem já leu sobre o assunto deve ter se deparado com a dica de assistir seu filme ou seriado somente em inglês e sem legendas. Isso tem muita lógica, afinal, quando você se comunicar em outro idioma, aquela pessoa não terá um balãozinho de legenda lhe traduzindo ou indicando a palavra falada.

Pessoalmente, acredito que assistir algo somente com um áudio sem ter uma compreensão avançada além de desafiador pode ser muito frustrante, já que o conteúdo assimilado será reduzido. Fora que se você não entende uma parte do filme ou o contexto, pode se desinteressar e desistir.

A minha sugestão, portanto, é de assistir o filme em inglês com a legenda também em inglês. Se estiver aprendendo outro idioma, como francês, fazer o mesmo exercício: Francês / Francês ou Espanhol / Espanhol e por aí vai.

Imagine que além das suas 02 horas de aula semanal com professor, você estuda sozinho e tem contato por outras 04 horas na semana por meio de aplicativos, filmes, podcasts, ao final da semana serão 06 horas totais e no final do mês, 24 horas. 

Dessa maneira, você vai perceber que isso vai garantir um novo ritmo de aprendizado e certamente irá ampliar seu vocabulário, compreensão, oitiva, além de somar naquelas horas para evolução de nível no idiomas.

Então, bora estudar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *